Menu
Rua Otto Benack, 300 - Sala 2
Bom Retiro - Joinville / SC Ver No Mapa
PLUGGED • 17/09 • Conversão

Planejamento estratégico de marketing: um pilar fundamental para o desenvolvimento de sua empresa

Por
Mayara Pabst

Em uma empresa, diferentes setores desempenham suas funções buscando objetivos específicos, dentro de um objetivo maior. Ou pelo menos é assim que deveria ser. Na construção de uma visão de negócios, o empreendedor precisa saber exatamente onde quer chegar para motivar sua equipe e tal processo envolve a construção de metas e propósitos

Tais objetivos, quando conduzidos de forma isolada, contudo, podem não trazer os resultados esperados. Isso porque cada ação dentro de sua empresa precisa estar conectada, trabalhando por um mesmo propósito. No setor de comunicação não é diferente e é neste contexto que percebe-se o valor de um planejamento estratégico de marketing.

O setor de marketing geralmente envolve pessoas de outras áreas na construção de metas e previsões de crescimento. E é assim mesmo que deve ser. Entenda a importância de um planejamento estratégico de marketing e descubra como tal documento pode ajudar a sua empresa na definição de metas, posicionamento de mercado e planejamento de investimentos.

Qual é o papel do planejamento estratégico de marketing?

O planejamento estratégico é o documento que irá orientar a sua empresa na tomada de decisões e distribuição de recursos ao longo de um determinado período. Quando falamos em planejamento estratégico de marketing, por sua vez, falamos também em análise de mercado, metas, verba e aproximação ao consumidor. 

Não importa se você trabalha em uma microempresa ou em uma multinacional, tal documento deve ser desenvolvido por qualquer negócio, independentemente do seu porte ou área de atuação. Saber como fazer um planejamento estratégico de marketing pode ser o que faltava para fazer o seu negócio decolar. Vamos lá?

Por onde começar

O desenvolvimento de um planejamento estratégico de marketing não é uma tarefa fácil, envolve muita pesquisa, estudo e uma imersão completa no seu negócio. Se você é um microempresário, talvez a pessoa mais indicada para desenvolver tal documento seja você mesmo. No caso de grandes empresas, contudo, é mais comum (e sensato) buscar a ajuda de uma agência de marketing especializada, que possa guiar sua empresa neste processo. 

A construção do planejamento estratégico não precisa ser engessada, mas deve seguir alguns parâmetros, para que nenhum item importante fique de fora. Conheça alguns deles.

Análise de mercado

Ao fazer uma pesquisa voltada para o mercado no qual a sua empresa atua você entende melhor o posicionamento dela. Neste momento, para desenvolver uma análise crítica do seu próprio negócio é importante analisar os seus concorrentes diretos e indiretos, elencando seus principais diferenciais, canais e estratégias que utilizam. Com uma análise criteriosa da concorrência é possível identificar os principais desafios para que a sua empresa se destaque no mercado.

Diagnóstico

Depois de olhar para fora, é preciso ser criterioso ao voltar seu olhar para dentro de sua empresa. O diagnóstico dela é feito no momento de elencar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, modelo conhecido como análise SWOT. Neste momento é fundamental envolver toda a equipe de sua empresa ou representantes de todos os setores, para que as visões de diferentes áreas possam contribuir para uma visão geral da empresa.

Identidade organizacional

Toda empresa precisa de uma identidade clara, reconhecida por seus funcionários e pelas pessoas que enxergam-a externamente. São a missão, a visão e os valores do seu negócio que vão orientar a tomada de decisões e os caminhos que sua empresa vai traçar. Se você ainda não pensou neles, essa é a hora de pensar ou repensar.

As etapas de análise de mercado, diagnóstico e identidade organizacional são geralmente colocadas em prática no início de qualquer negócio, junto da elaboração de um planejamento estratégico padrão. São, portanto, fundamentais na hora do desenvolvimento um planejamento estratégico de marketing. 

Entenda o seu público alvo

Antes de pensar em estratégias, é preciso conhecer a fundo o público alvo de sua empresa. De nada adianta pensar em formas para chegar até o seu consumidor, se você não sabe quem ele é, quais são os seus hábitos e preferências. 

Depois do entendimento do público alvo, é hora de definir as buyers personas do seu negócio, ou seja, a personificação semi-fictícia do seu comprador ideal. Com base nesses dados será possível direcionar suas estratégias com muito mais assertividade.

Plano de ação

Esta é, efetivamente, a hora de colocar a mão na massa. Nesta etapa sua empresa vai elencar os objetivos que precisa alcançar e os principais meios de chegar até eles. Também será definido um cronograma de ações e as pessoas responsáveis por cada uma delas. Ter essas informações documentadas pode fazer toda a diferença no momento da execução de uma estratégia bem-sucedida.

Métricas e indicadores de sucesso

Para mensurar resultados a curto e longo prazo, é preciso criar métricas e indicadores de sucesso. Os objetivos de sua empresa devem se desafiadores o suficiente para permitir o seu crescimento, mas não impossíveis de serem concretizados. As métricas e indicadores, por sua vez, serão capazes de elucidar o quão perto sua empresa está de onde realmente quer chegar.

Acompanhamento e análise

O mercado está em constante transformação e sua empresa também deve estar. Por essa razão, por mais que o planejamento estratégico seja um norteador de práticas e resultados, é preciso revisitá-lo de tempos em tempos, para que novas práticas sejam alinhadas. 

Além disso, deve-se criar um acompanhamento periódico das ações em andamento, para que prazos e metas não se percam e para que resultados alcançados possam ser analisados.

Com este planejamento em mãos, sua empresa terá a capacidade de acertar em cheio em práticas que a levarão aos melhores resultados. Para obter mais informações sobre a construção de um planejamento estratégico capaz de impulsionar o seu negócio, é só clicar aqui.

Compartilhe este post:
Vamos Começar um Orçamento? Como Podemos Ajudar?